sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

A LENDA DA ÁRVORE DE NATAL



Existem muitas lendas a respeito da Árvore de Natal. 
Dentre elas, esta é a que eu considero a mais bonita. 
Pena eu não saber a sua autoria. (Pesquisa e imagem via Google).



A LENDA DA ÁRVORE DE NATAL

    Quando o Menino Jesus nasceu, todas as pessoas, animais e árvores sentiram uma imensa alegria. 
     Do lado de fora do estábulo onde o Menino dormia, estavam três árvores: uma palmeira, uma oliveira,e um pinheirinho.

      Todos os dias as pessoas passavam e deixavam presentes ao Menino.
- Nós também devíamos dar-lhe prendas! - disseram as árvores.
- Eu vou lhe dar a minha folha mais larga, disse a palmeira - quando vier o tempo do calor ele poderá se abanar com ela e se sentir mais fresco.
      Então disse a oliveira : 
- E eu vou lhe dar óleo. Perfumados óleos poderão ser feitos a partir do meu sangue.
- Mas que lhe poderei dar eu? - Perguntou ansioso o pinheirinho.
- Tu? Os teus ramos são agudos e picam,  disseram as outras duas árvores. -Tu não tens nada para dar !
    O pinheirinho estava triste. Pensou muito, muito, em qualquer coisa que pudesse oferecer ao Menino que dormia, qualquer coisa de que o Menino pudesse gostar. Mas, como disseram as outras árvores,ele  não tinha nada para dar...
    Um anjo, que tinha ouvido a conversa toda , sentiu pena do pinheirinho que não tinha nada para dar ao Menino e olhou para as estrelas que estavam a brilhar no céu 
  E então, o anjo, de mansinho, trouxe uma a uma das estrelas cá para baixo, desde a mais pequenina à mais brilhante,  e colocou - as nos ramos pontiagudos do pinheiro. 
     Dentro do estábulo, o Menino acordou . E olhou para as três árvores do lado de lá da gruta, contra a escuridão do céu. De repente, as folhas escuras do pinheirinho brilharam, resplandecentes, porque nelas as estrelas descansavam. Que lindo estava o Pinheirinho! Justo aquele que não tinha nada a oferecer ao Menino...
   E o Menino Jesus levantou as mãozinhas, tal como fazem os bebés, e sorriu para as estrelas e para aquela árvore que lhe iluminara a escuridão da noite.
     E desde então,  o pinheiro ficou a ser, para todo o sempre, a Árvore de Natal!






Bjs,

Zazá



5 comentários:

Escargopotte bordados disse...

linda legenda ou poema Zaza ! vou copiar !
bj

Renata disse...

Oi Angela!

Sei que já tem um tempinho que não passo por aqui...seu blog está de carinha nova...ficou lindo, adorei!
Gostei muito também da lenda do pinheiro de natal, já ouvi uma ou outra, e essa não conhecia, é linda!

Beijos, Renata
palpitandoemtudo

Neto G disse...

Vc é o meu pinheirinho

Sheyla - DMulheres disse...

Zazá, querida

Que linda história!! Adorei!!

bJOS E um iluminado final de semana.
Sheyla.

Anônimo disse...

oi
angela

adorei a história muito linda
bjs.
Zilda

Postagens populares